quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Talvez você não tenha se dado conta.

Talvez você nunca tenha se dado conta mas ela sempre esteve ali. Sempre com uma conversa fiada pra puxar assunto, sempre com uma dúvida inexistente pra ficar admirando sua dedicação em ajudá-la. Sempre com um elogio seguido de implicância pra observar o quanto você fica (mais!) bonito zangado. Ela sempre se preocupou com suas noitadas nas sextas e seu sumiço nos feriados prolongados. Ok, ela nunca perguntou como tinham sido, porque sabia que você não contaria a verdade. E bom, melhor não perguntar. Mentira sempre foi algo a enojasse. Você pode não saber, mas ela já fez seu mapa astral e descobriu coisas sobre você que você nem imagina que ela sabe. Sim, ela acredita em signos e já viu que os de vocês não combinam de jeito nenhum. Mas ela insistiu por um bom tempo. Teimosa, tinhosa, orgulhosa. Tinha você como o ogro desencatado da vida. Sim, ogro desencantado mesmo. Venhamos e convenhamos de príncipe e de encantado você tem... nem o cavalo branco! Risos.
Mas era isso que encanta (va) você nela.
O seu jeito aventureiro, sua forma de olhar a vida despretensiosamente e como você vira criança quando ver seu time vencendo (o dela principalmente), fez com que ela tivesse mais certeza que era você aquela pessoa que tanto procurava em outros. 
Talvez você não tenha se dado conta, mas ela sempre foi compreensiva ao ponto de concordar com você em momentos que você teria certeza que vinha uma DR pela frente. Ciúmes ela tem demais (nunca escondeu isso, lembra naquele dia na praia? Acredito que até hoje as marcas dos beliscões tatuam sua pele), mas deixou de ter nos últimos tempos... Talvez você não tenha se dado conta, mas faz tempo que ela não está online no whatsapp até as 2 da manhã, ou que não continua por muito tempo uma conversa, ou que não tenha muita conversa ultimamente. Ela, inclusive, parou de olhar seu horóscopo faz alguns dias. Limitou-se a ver só o que aparecia no feed de noticias do facebook e acredito que faz algum tempo que não vai stalkear suas novas amizades em redes sociais. Sim, ela fazia isso. Quando ela se deu conta, a sua ausência nos feriados não eram mais motivos de tristeza, lágrimas e indagações do tipo 'será que eu sou tão chata assim?' De repente, ela se tocou que não tinha mais 'nós dois', ou que na verdade, 'nunca teve nós dois'. De fato, nunca terá.
Talvez você não tenha se dado conta, mas ela estava ali sempre que você não precisasse. Talvez você tenha se dado conta, inclusive, e não quisesse sua companhia. 
Quanto a isso, não se preocupe. Por que isso, ela já se deu conta. Se deu conta que não era você que ela procurava, que você não passava de algo imaginário, que "você" na verdade nunca existiu como ela via. Ela percebeu e se tocou que a gente não pode passar a vida toda 'procurando alguém'. É preciso descansar a alma, dá férias ao coração, não exagerar do fígado e ter a cabeça centrada. É importante ressaltar, inclusive, que tudo acontece na hora que tem que acontecer. Ela só não tem certeza de uma coisa: se não era a hora (de novo) ou se não era você (mais uma vez).
Talvez você não tenha se dado conta, porque o 'você', não era você.

3 comentários :

  1. Nossa gente eu amei o seu texto e sinceramente eu me identifiquei, quantas e quantas vezes fiz isso, mas agora não faço mais, e sabe o que aconteceu, agora que desencantei do príncipe que era mais um ogro ele corre atrás o difícil é que não quero mais, beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente existem caras que nao dão valor a mulher que tem ao lado, só depois que a perdem. Já encontrei muitos sapos que julgava serem principes.
    Bom fds!
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  3. Amigaaa.. isso é muito comum, mais somos divas e damos a volta por cima.
    já te disse escreve um livro tu vai lacra kkkk'
    Beijus!!!!
    Nem Te Conto! www.nemteconto.net
    IG: @blogntc

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Volte sempre!
Bjs
@denilzefranca